O World Energy Transitions Outlook: 1.5°C Pathway apresenta um caminho possível para limitar o aumento das temperaturas globais até 2050 a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais. Esse caminho considera a descarbonização todos os usos finais, tem a eletrificação e a eficiência energética como principais impulsionadores, e pode ser viabilizado por meio de energias renováveis, hidrogênio verde e bioenergia. O diferencial desta segunda edição do Outlook é apontar, com base nas tecnologias já disponíveis, áreas e ações prioritárias que devem ser realizadas até 2030 para adentrarmos o caminho do zero líquido até 2050. Como na edição de 2021, o relatório também coloca um foco significativo em políticas e impactos socioeconômicos, considerando as diferentes circunstâncias dos países e regiões. Além disso, a edição de 2022 coloca os conceitos de justiça energética e equidade no centro do planejamento e da ação, apresentando, inclusive, maneiras de acelerar o progresso em direção ao acesso universal à energia limpa. O relatório ainda explora alguns desafios específicos da transição energética, como a necessidade da flexibilidade do sistema para integrar as energias renováveis solar e eólica; a estratégia de longo prazo e a gestão cuidadosa da inserção da biomassa sustentável no mix de energia; e a crescente importância dos minerais críticos, levando em consideração os riscos de novas dependências.

IRENA

Link de acesso:

https://www.irena.org/-/media/Files/IRENA/Agency/Publication/2022/Mar/IRENA_World_Energy_Transitions_Outlook_2022.pdf