Para além da forte alta e grande instabilidade dos preços da energia, a Guerra Rússia-Ucrânia está impondo impactos muito profundos na economia e na sociedade europeia, determinando uma forte tendência inflacionária e redução da competitividade das empresas europeias. Para tentar reverter esse quadro, a Comissão Europeia vem adotando medidas excepcionais de curto prazo e esse artigo do GESEL traz um enquadramento analítico das principais medidas já lançadas. É feita uma análise mais profunda sobre quatro tipos de intervenção: 1) as intervenções no mercado varejista, que envolvem reduções de taxas e impostos e atribuição de subsídios ao consumo; 2) as intervenções no mercado atacadista, o que inclui uma breve descrição do funcionamento deste mercado, uma análise do desacoplamento (“decoupling”) entre o mercado atacadista do setor elétrico e o mercado do gás natural, e outra da fixação de um imposto extraordinário sobre os lucros excessivos; 3) nas medidas destinadas à redução do consumo de eletricidade; e 4) na intervenção envolvendo o mercado de direitos de emissão de CO2.

GESEL – Vitor Santos e Nivalde de Castro (pesquisadores do GESEL)

Link de acesso:

https://gesel.ie.ufrj.br/wp-content/uploads/2022/10/TDSE-109_Europa-Crise-energetica-e-acoes-de-mitigacao.pdf

 

Artigos relacionados: 

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/o-estado-esta-recuperando-a-energia/