O artigo aborda a necessidade de suprimento de eletricidade aos sistemas isolados no Brasil. Segundo o estudo, existe um problema de escolha e alocação de recursos energéticos para projetos de eletrificação off-grid. Observa-se os SIs brasileiros e sua matriz energética, com elevado consumo de óleo Diesel (94,6%), com presentes variações e limitações geográficas, desafios técnicos, impactos econômico-financeiros e um balanço de energia que nem sempre se resolve nos ciclos de planejamento. A questão é que os SIs estão no processo de transição, com soluções potenciais e oportunidade de incluir novos recursos renováveis a serem avaliados. Nesse cenário, evidencia-se as barreiras para tal implementação, a questão dos custos das fontes solar e da biomassa em relação às fontes convencionais (como as hidráulicas), as dificuldades para a geração de energia a partir de biomassa de origem florestal e o horizonte de investimento sobre uma fonte – que tem grande impacto na implantação de projetos de fontes renováveis.

Canal Energia – Ivo Leandro Dorileo (ex-presidente da Sociedade Brasileira de Planejamento Energético)

Link de acesso:

https://www.canalenergia.com.br/artigos/53170474/um-suprimento-de-eletricidade-mais-insito-aos-sistemas-isolados