Em artigo sobre a grave crise que abateu o Texas no início de 2021, o prêmio Nobel de Economia, Paul Krugman, rebate a visão de que as energias renováveis e ambientalistas radicais tenham sido os responsáveis pelo fato de milhões de pessoas terem ficado sem energia durante o rigoroso inverno que abateu a região. Segundo Krugman, a verdadeira explicação se apoia em três aspectos: na desregulamentação radical do mercado de eletricidade feita no estado, na ausência de capacidade de reserva para lidar com possíveis emergências e na falta de preparação do sistema para um frio rigoroso, ignorando, inclusive, lições aprendidas no inverno de 2011. Ao final, Krugman expõe sua visão sobre as razões que levam alguns grupos a demonizar as energias renováveis nos EUA.

Paul Krugman (Prêmio Nobel de Economia e colunista do The New York Times)

Clique aqui para acessar o artigo.