Em resposta à pandemia da covid-19 e à crise econômica que se seguiu, os governos em todo o mundo mobilizaram uma quantidade sem precedentes de apoio fiscal com o objetivo de estabilizar e reconstruir suas economias – mais de US $ 16 trilhões. Nesse âmbito, muitos países identificaram medidas de incentivo à energia limpa como uma prioridade dentro de suas medidas de apoio fiscal. Esse relatório da IEA constitui um documento fundamental para acompanhar esse debate na medida em que avalia os gastos dos países com energia limpa no contexto dos planos de recuperação global. Essa avaliação se dá em três aspectos: (i) no monitoramento das políticas relacionadas à energia e os gastos do governo em medidas de incentivo à energia limpa em vários países e setores de atividade a partir do início da pandemia, (ii) na avaliação do impacto das medidas de incentivo à energia limpa na recuperação dos países, e, (iii) na projeção do efeito de tais políticas nas tendências globais de emissões de CO2. O Relatório está dividido em 4 partes, a primeira é o sumário executivo, a segunda aborda a metodologia, a terceira é o principal produto (o Tracking Sustainable Recoveries) e a última parte traz uma ferramenta interativa que abrange mais de 800 políticas nacionais de recuperação sustentável de mais de 50 países, base do IEA Sustainable Recovery Tracker.

EIA

Link de acesso: 

https://www.iea.org/reports/sustainable-recovery-tracker

Esse link irá direcionar o leitor para o conteúdo mais recente do Sustainable Recovery Tracker, conforme for sendo atualizado pela IEA.