O hidrogênio verde produzido pela separação da água usando energia renovável é o transportador de energia mais promissor da economia de baixo carbono. No entanto, o descompasso geográfico entre a distribuição de energias renováveis ​​e a disponibilidade de água doce representa um desafio significativo para sua produção. Nesse artigo os autores demonstram um método de produção direta de hidrogênio do ar, ou seja, captura in situ de água doce da atmosfera usando eletrólito higroscópico e eletrólise alimentada por energia solar ou eólica com densidade de corrente de até 574 mA cm−2. Um protótipo deste foi estabelecido e operado por 12 dias consecutivos com um desempenho estável a uma eficiência faradaica em torno de 95%. Este módulo chamado de eletrólise direta do ar (DAE) pode funcionar em um ambiente seco com umidade relativa de 4%, superando problemas de abastecimento de água e produzindo hidrogênio verde de forma sustentável com impacto mínimo ao meio ambiente. Os módulos DAE podem ser facilmente dimensionados para fornecer hidrogênio para áreas remotas, (semi) áridas e dispersas.

Nature Communications – Jining Guo, Yuecheng Zhang, Ali Zavabeti, Kaifei Chen, Yalou Guo, Guoping Hu, Xiaolei Fan & Gang Kevin Li

Link de acesso:

https://www.nature.com/articles/s41467-022-32652-y

 

Artigos relacionados:

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/hydrogen-energy-systems-a-critical-review-of-technologies-applications-trends-and-challenges/