O artigo traz uma reflexão sobre os primeiros 30 dias desde a implantação do PLD horário e os seus impactos no mercado livre de energia. Em suma, o autor afirma que a formação de preços, apesar de refletir melhor a relação de custo de operação versus preço, será marcada por maior volatilidade no mercado spot. Em suas conclusões, o autor destaca que o PLD Horário colabora com a evolução e amadurecimento do mercado livre de energia e afirma a possível criação de novos produtos nos próximos meses, oferecendo oportunidades aos consumidores de eletricidade. Entretanto, esses consumidores precisarão ter uma gestão muito mais aprimorada do seu consumo de energia e dos seus contratos.  

Canal Energia – Paulo Toledo (sócio-diretor da Ecom Energia)

Link de acesso: https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/pld-horario-um-balanco-dos-primeiros-30-dias/