O artigo traz uma discussão a respeito do setor elétrico brasileiro e a privatização da Eletrobrás. Para a condução do debate, o autor questiona se a desejada evolução do setor elétrico, coerente com a política energética e econômica do país, carecerá de um agente estatal além da iniciativa privada. Dessa forma, identifica algumas linhas de ação necessárias à reestruturação do setor elétrico brasileiro, destacando a importância da participação das empresas controladas pela Eletrobrás, visto que detém grande participação na capacidade geradora e nas linhas de transmissão do SIN. Assim, afirma que embora algumas das medidas possam, em meio a um contexto regulatório apropriado, ser implementadas pela iniciativa privada, a necessidade de definir prioridades e conformar projetos aos requisitos sistêmicos exige a presença de uma entidade executora federal.  

Instituto Ilumina – Pietro Erber (Diretor do Instituto Nacional de Eficiência energética)

Link de acesso: 

http://www.ilumina.org.br/o-setor-eletrico-e-a-privatizacao-da-eletrobras/