Sob o Acordo de Paris e a COP 26, muitos países aumentaram recentemente suas Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs) e declararam promessas de mitigação ambiciosas, como o zero líquido. Dados esse contexto, o relatório NDCs and Renewable Energy Targets in 2021 – Are we on the right path to a climate-safe future? avalia se esses novos compromissos climáticos e outros Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) já assumidos voluntariamente seriam suficientes para alcançar as reduções de emissões necessárias para se atingir os objetivos estabelecidos no Acordo de Paris. Destaca-se que, juntamente com as NDCs novas e atualizadas, as promessas de zero líquido anunciadas poderiam limitar o aquecimento a 2,1°C, evitando um aumento catastrófico acima de 2,8°C, como estava subjacente nas NDCs iniciais, mas insuficiente para atingir o objetivo de 1,5ºC. Outra discussão importante trazida no relatório é que, em novembro de 2021, 182 Partes já haviam incluído a energia renovável em suas NDCs, mas  apenas 144 países tinham metas quantificadas.  Também é preocupante o fato de que apenas 13 Partes se comprometeram com uma porcentagem mínima de energias renováveis em suas matrizes energéticas.

IRENA

Link de acesso:

https://www.connaissancedesenergies.org/sites/default/files/pdf-pt-vue/IRENA_NDCs_RE_Targets_2022.pdf