O clima para os mercados globais de petróleo e gás natural pode ser melhor descrito como de extremo nervosismo, incerteza e volatilidade. Uma infinidade de fatores está alimentando isso, incluindo preocupações com fornecimento, aumento de casos da covid-19 na China e baixos níveis de estoque global. Os eventos geopolíticos, que sempre influenciam os preços do petróleo, provavelmente têm uma influência bem acima da média, dada a crise na Ucrânia. É nesse contexto que a publicação Wild Swings In Oil And Gas Prices: What Are The Drivers And Where Do We Go From Here? da S&P Global Ratings analisa 6 perguntas frequentes sobre o mercado de petróleo e gás. As perguntas são: (1) o que está impulsionando a volatilidade dos preços do petróleo e do gás natural?; (2) o que a sanção dos EUA ao petróleo russo significa para os EUA?; (3) e os efeitos das possíveis sanções da UE?; (4) com o mercado de petróleo tão apertado, de onde poderia vir uma oferta adicional?; (5) e a produção iraniana/venezuelana?; (6) quais são as implicações da saída de grandes companhias petrolíferas da Rússia? Para o autor, a volatilidade dos preços do mercado irá continuar nos próximos meses e o impacto das sanções norte-americanas são mínimas, já que o país pode facilmente substituir os barris importados da Rússia. Além disso, no curto prazo, seria difícil uma substituição dos hidrocarbonetos russos pela União Europeia e sanções abruptas poderiam prejudicar muitas economias da UE.

S&P Global

Link de acesso:

https://www.spglobal.com/ratings/en/research/articles/220324-credit-faq-wild-swings-in-oil-and-gas-prices-what-are-the-drivers-and-where-do-we-go-from-here-12321394