Repercutindo a previsão de que a emissão das ações ordinárias da capitalização da Eletrobras ocorra efetivamente em 14 de maio de 2022, a reportagem especial discute as expectativas e desafios para o atendimento deste prazo, que representa a saída da União do controle da elétrica. A reportagem traz a opinião de diversos nomes do setor – Ilan Arbetman, Roberto Brandão, Elena Landau, Edvaldo Santana, Maria João Rolim, entre outros – que se mostram otimistas com o andamento da capitalização. Os entrevistados comentam a conturbada condução do processo e sua passagem pelo TCU; a volatilidade do valor das ações ordinárias da companhia e o melhor momento para a emissão das ações; a possibilidade da reversão do processo; e, os eventuais impactos da crise russa. Evidencia-se também a posição dos empregados da companhia, que criticam o processo e avaliam que, apesar do estágio avançado em que ele se encontra, ainda existe a possibilidade da operação não ocorrer. Maurício Godoi destaca que os próximos dois meses serão de intensos debates e que o risco político se mostra como o mais sensível a essa operação.

CanalEnergia Maurício Godoi (Repórter do CanalEnergia)

Link de acesso:

https://canalenergia.com.br/especiais/53204890/eletrobras-a-dois-meses-do-dia-d