O trabalho discute o papel dos reservatórios de armazenamento de energia hidrelétrica na vazão de rios à jusante da barragem. Esse estudo foi dividido em quatro partes (introdução, metodologia, resultados e conclusão), todas elas publicadas na Energia Hoje. Sustenta-se que, em escala anual e em regiões úmidas, como no Brasil, os reservatórios de armazenamento contribuem para aumentar a vazão do rio à jusante devido ao aumento da evaporação. Nesse sentido, o texto ressalta que “os níveis dos reservatórios têm um impacto maior na vazão do rio do que o impacto da vazão do rio nos níveis dos reservatórios. Ou seja, se o reservatório estiver vazio, haverá menos precipitação na bacia e a vazão do rio diminuirá significativamente”. Assim, demonstram que a vazão dos rios durante o período úmido está diretamente correlacionada com o nível do reservatório no início do período. O trabalho ainda propõe estratégias para o restabelecimento dos níveis dos reservatórios e para a sua manutenção no futuro com o intuito de aumentar a geração hidrelétrica e reduzir a intermitência de outras fontes renováveis de energia.

Energia hoje – Julian Hunt, Nivalde de Castro e Roberto Brandão (GESEL)

Links de acesso:

Parte I

https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/crise-energetica-no-brasil-impacto-do-nivel-do-reservatorio-hidreletrico-na-vazao-do-rio-parte-i/

Parte II

https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/crise-energetica-no-brasil-impacto-do-nivel-do-reservatorio-hidreletrico-na-vazao-do-rio-parte-ii/

Parte III

https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/crise-energetica-no-brasil-impacto-do-nivel-do-reservatorio-hidreletrico-na-vazao-do-rio-parte-iii-2/

Parte IV

https://energiahoje.editorabrasilenergia.com.br/crise-energetica-no-brasil-impacto-do-nivel-do-reservatorio-hidreletrico-na-vazao-do-rio-final/