A nota Brazil inches ahead with plan to tax crude oil exports, create fuel price fund discute a aprovação, pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado brasileiro, do fundo de estabilização de preços de combustível. Aprovado em 7 de dezembro de 2021, o projeto seguirá tramitando nas duas casas do Congresso e só deve ser votado em 2022. Trata-se de um debate fundamental tendo em vista os impactos macroeconômicos negativos que a atual política de preços dos combustíveis tem provocado na inflação, juros e crescimento econômico do país. A nota da S&P mostra como a adoção de um imposto sobre as exportações de petróleo bruto pode ajudar a neutralizar a volatilidade dos preços da gasolina, diesel e GLP. O texto também apresenta brevemente a posição do Instituto Brasileiro de Petróleo, que critica a medida por acreditar que ela pode afastar investimentos.

S&P Global – Jeff Fick

Link de acesso:

https://www.spglobal.com/platts/en/market-insights/latest-news/oil/120721-brazil-inches-ahead-with-plan-to-tax-crude-oil-exports-create-fuel-price-fund