O Brasil tem sido ao longo das últimas décadas um importador regular de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), sendo que no ano de 2020 as importações atenderam 26,6% da demanda total do produto. No PDE 2030, projeta-se uma trajetória ascendente para a demanda de GLP, com crescimento de 21% entre 2019 e 2030. Diante dessa perspectiva, evidencia-se a necessidade de investimentos na ampliação da infraestrutura existente, tanto para oferta quanto para sua movimentação. Em termos de oferta, as projeções do PDE 2030 indicam aumento na produção nacional de GLP decorrente da entrada em operação de novas Unidades de Processamento de Gás Natural (UPGNs), permanecendo a necessidade da expansão da infraestrutura de movimentação e armazenagem de GLP, seja para o abastecimento com a importação do produto ou com o aumento da produção nacional. Nessa Nota Técnica, a EPE elabora trajetórias alternativas para o desenvolvimento do gás natural no Brasil. Desta forma, o estudo identifica possíveis investimentos para evitar gargalos logísticos futuros, contribuindo para mitigar o risco de desabastecimento.

EPE

Link de acesso: 

https://www.epe.gov.br/sites-pt/publicacoes-dados-abertos/publicacoes/PublicacoesArquivos/publicacao-593/NT-EPE-DPG-2021-01_Investimentos%20GLP_2021.05.11.pdf