O artigo debate a importância dos recursos de armazenamento no setor elétrico brasileiro. Dando ênfase ao encerramento da Tomada de subsídios n°11/2020, o autor aponta a importância da remoção das barreiras e lacunas regulatórias que impedem o desenvolvimento de modelos de negócios baseados em recursos de armazenamento. Dessa forma, reafirma que a flexibilidade operativa e comercial desses recursos esbarra no arranjo regulatório do setor elétrico. O trabalho também destaca como grande desafio para a Aneel a garantia de remuneração adequada dos recursos de armazenamento, que deve considerar a integralidade dos serviços prestados.

Brasil Energia – Tiago Barros Correia (Sócio-Diretor da RegE Barros Correia Advisers e ex-diretor da Aneel)

Link de acesso:

https://editorabrasilenergia.com.br/a-vez-dos-recursos-de-armazenamento-no-setor-eletrico/