O artigo discute um dos objetos da Medida Provisória 1.031/21, que dispõe sobre a privatização da Eletrobras: a aplicação de recursos em pesquisa e desenvolvimento (P&D). O autor ressalta que o texto aprovado pela Câmara dos Deputados mantém, como condição da desestatização, a obrigação, por um período predeterminado, de contribuições da Eletrobras ao Centro de Pesquisas de Energia Elétrica – CEPEL, principal instituição de P&D do setor elétrico brasileiro. O autor afirma que, por outro lado, a MP oferece reais oportunidades para as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), na medida em que permite que parte dos recursos disponíveis no setor elétrico para aplicação em P&D possa ser dirigida ao suporte e ao custeio das ICT’s, caracterizadas pelo autor como elementos centrais do ecossistema de inovação.

CEPEL – Amilcar Guerreiro (diretor-geral do CEPEL e ex-secretário do MME)

Link de acesso: 

http://www.cepel.br/pt_br/sala-de-imprensa/a-oportunidade-que-a-mp-da-eletrobras-oferece-ao-setor-de-p-d.htm