O rápido desenvolvimento das tecnologias de armazenamento de energia e a redução dos custos têm levado ao surgimento de modelos de negócio disruptivos que são explicados no artigo. Paralelamente às inovações em modelos de negócio, a difusão das tecnologias de armazenamento e, de maneira geral, dos recursos energéticos distribuídos (RED) exige uma reestruturação da atuação das distribuidoras de energia elétrica. Nesse sentido, as autoras afirmam que tais concessionárias poderão desempenhar um papel fundamental no novo paradigma do setor elétrico, evoluindo de um modelo de negócio tradicional, em que são passivas, passando por um modelo de protagonismo, no qual buscam desenvolver novos negócios, até chegarem à atuação como orquestradoras, integrando os recursos distribuídos à infraestrutura de distribuição de energia. No artigo são apresentados projetos e programas baseados nos novos modelos de negócio e que exemplificam essa mudança do papel das concessionárias. Ao final, destaca-se que a integração do armazenamento ao setor elétrico também necessitará de um amplo processo de modernização regulatória.

Canal Energia – Caroline Chantre e Lorrane Câmara (pesquisadora do GESEL -UFRJ).

Link de acesso: 

https://www.canalenergia.com.br/artigos/53172924/a-difusao-do-armazenamento-de-energia-distribuido-perspectivas-novos-modelos-de-negocio-e-a-atuacao-da-distribuidora