O artigo The Clean-Energy Race Is On discute a corrida pela energia limpa entre os EUA e outros países e blocos supranacionais, como a União Europeia. Segundo o exposto, a Lei de Redução da Inflação dos EUA de 2022 será um divisor de águas para a transição para fontes de energia limpa, tanto na América quanto em todo o mundo. A lei não apenas subsidiará os produtores e consumidores de energia renovável dos EUA no valor de US $ 369 bilhões em dez anos, mas também autoriza o Departamento de Energia (DOE) a emprestar até US$ 250 bilhões para empresas norte-americanas, que por sua vez colocarão centenas de bilhões em capital privado adicional para gastar na redução da poluição por GEE. A Lei também pretende ajudar os fabricantes a medir o carbono incorporado e criar um programa de rotulagem para materiais usados ​​em projetos de construção federais. Além disso, essas provisões somam-se a mais de US$ 4 bilhões para compras de tais materiais pelo governo federal. Os subsídios governamentais prometem mobilizar um múltiplo muito maior de dólares de investimento privado em implantação global de energias renováveis, veículos elétricos e outras infraestruturas de baixo carbono. O autor afirma que vale a pena comemorar já que até o momento atual havia ainda uma clara divergência transatlântica, com a Europa e a China claramente se mobilizando para acelerar seus esforços de descarbonização, enquanto os EUA ainda não tinham demonstrado o mesmo comprometimento em termos práticos. Um forte desempenho na corrida pela energia limpa será bom para os negócios, para a economia e para a segurança.

Project Syndicate – Gernot Wagner (economista climático da Columbia Business School)

Link de acesso:

https://www.project-syndicate.org/commentary/inflation-reduction-act-global-clean-energy-race-by-gernot-wagner-2022-08

 

Artigos relacionados:

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/investimento-mundial-em-energia-2022/

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/relatorio-do-status-global-de-renovaveis-2022/

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/estatisticas-de-energia-renovavel-2022/