O relatório Technical potential & challenges of REnewable hydrogen apresenta o histórico técnico dos processos de produção de hidrogênio renovável e suas aplicações em setores-chave e discute fatores que determinarão as reduções de custos na comercialização de hidrogênio renovável para alcançar economias de escala. A publicação também traz um debate sobre os principais players – os principais produtores e consumidores mundiais – com foco nos países do Sul Global. Além disso, descreve os impactos da Guerra Rússia-Ucrânia, que expôs a forte dependência da Europa em relação ao gás russo. 

O relatório identificou nações com fortes estratégias para produção e exportação de hidrogênio, incluindo países do Sul Global, com destaque para o Marrocos, a África do Sul e o Chile. No entanto, ressalta a complexidade da relação entre os futuros países exportadores e importadores, devido a uma longa história de exploração de combustíveis fósseis por empresas de energia no Sul Global. Nesse sentido, destaca como principal mensagem, para desenvolvedores e investidores, a necessidade de envolvimento das comunidades locais desde a identificação e planejamento dos projetos, de forma a evitar impactos sociais, culturais e ambientais diversos. Assim, reitera que a transição para o hidrogênio renovável pode fornecer benefícios iguais para nações industrializadas e em desenvolvimento, mas apenas se o setor de energia e os investidores estiverem dispostos a aprender com as falhas do colonialismo energético do passado.

Este relatório integra o dossiê Hidrogênio Verde – investimento sustentável e comércio justo, realizado pela Fundação Heinrich Böll em parceria com a Bread for the World. O projeto explora importantes questões sobre esse novo mercado, como as oportunidades e riscos que ele acarreta para os países exportadores do Sul global, a estrutura necessária para garantir que os investimentos e o comércio se desenvolvam desde o início de maneira sustentável, e ressalta o importante papel da sociedade civil no desenvolvimento do mercado. Assim, o projeto explora, em um processo de diálogos, comunicação e pesquisa descentralizadas com várias partes interessadas, os padrões, instrumentos jurídicos e processos políticos que levam a investimentos e a um comércio justo de hidrogênio verde. 

Vale destacar ainda outro relatório deste projeto, Green Hydrogen: Key success criteria for sustainable trade & production, que examina os benefícios e riscos para as comunidades locais e os países exportadores previstos, localizados no Sul Global, com referência direta ao Brasil. Nele, são evidenciadas três oportunidades para o hidrogênio verde brasileiro: i) utilização na redução direta do minério de ferro para produção de aço de baixo carbono; ii) uso do H2V em combinação com CO2 renovável para a produção de nafta verde como um substituto sintético na produção de petroquímicos e combustíveis; e, iii) uso para produção de amônia verde como insumo na produção de produtos químicos e fertilizantes ou como transportador de energia.  

Fundação Heinrich Böll e Bread for the World 

Link de acesso:

https://www.boell.de/sites/default/files/2022-12/35-bfdw-hbs-green-hydrogen-report-hr-with-cropmarks.pdf

 

Artigos relacionados

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/ultimos-caminhos-ecologicamente-corretos-na-producao-de-hidrogenio-em-direcao-a-uma-bioeconomia-circular-desafios-atuais-insights-inovadores-e-perspectivas-futuras/

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/investimentos-em-hidrogenio-verde-viabilizando-a-energia-limpa-e-sua-industria/

https://panorama.memoriadaeletricidade.com.br/desenvolvimento-da-economia-do-hidrogenio-no-brasil-uma-analise-da-percepcao-dos-stakeholders/